09/11/2018 09h20 - Atualizado em 09/11/2018 09h20

Ame sem medidas, pois no amor, medida não há

É fácil amar as pessoas que estão distantes. Não é fácil amar as que estão perto de nós. É mais fácil dar um prato de comida a um faminto do que abrandar a solidão e o sofrimento de quem precisa de amor em nossa própria casa

Ame sem medidas, pois no amor, medida não há
Imagem Reprodução

A menos que seu trabalho seja feito com amor, ele é inútil. Trabalhar sem amor é escravidão.

É muito difícil orar se não sabemos como fazê-lo. Devemos ajudar a nós mesmos a aprender. O mais importante de tudo é o silêncio. Devemos nos acostumar com o silêncio da alma, dos olhos e da boca.

Tudo começa com a prece que nasce do silêncio do coração. Silêncio do coração, não somente da fala: ambos são necessários. Então você poderá ouvir a Deus em todo lugar: no fechar de uma porta, na pessoa que precisa de você, nos pássaros, nas flores, nos animais, aquele silêncio que é maravilha e louvor.

Se prestarmos atenção ao silêncio, será fácil orar. Há muita conversa, muita repetição, tanto no que se pensa, fala e no que se escreve. Estando só ou acompanhado, procure a Deus no silêncio. É lá que acumulamos o poder interior, que o distribuímos pela ação, utilizando-o tanto nas tarefas menores quanto nas nossas horas de maior sofrimento.

É muito difícil conseguir o silêncio interior, mas precisamos fazer um esforço. No silêncio encontramos energia nova e unidade verdadeira para fazer todas as coisas bem feitas. Se você deseja sinceramente aprender a orar, nantenha-se em silêncio. Se uma criança ainda não foi desvirtuada e ainda não aprendeu a mentir; ela dirá tudo. É o que quero dizer quando me refiro a ser tal qual uma criança.

Como aprendemos a orar? Orando. Precisamos ajudar a nós mesmos a aprender.

Você pode orar a qualquer hora, em qualquer lugar; não ê necessário estar em uma igreja. Ame a prece. Para ser melhor, é preciso orar mais. Quanto mais você ora, mais fácil se torna orar e, quanto mais fácil, mais você rezará. Você pode orar enquanto trabalha. O trabalho não interrompe a prece, tampouco a prece interrompe o trabalho. Devemos todo dia renovar nosso propósito e mover-nos com fervor, como se fosse o primeiro dia do nosso despertar.

Ofereça-se complelamente a Deus. Ele o utilizará para realizar grandes coisas, com a condição de que você acredite muito mais no amor d'Ele do que nas próprias fraquezas.

Nossas palavras são inúteis, a não ser que venham do fundo do coração. A prece é uma alegria. Oremos uns pelos outros, pois essa é a melhor forma de amar uns aos outros.

Esperamos impacientemente pelo paraíso de Deus, mas nós temos em mãos o poder de estar no paraíso aqui e agora. Estar feliz com Deus significa amar como Ele ama, ajudar como Ele ajuda, doar como Ele doa, servir como Ele serve.

Por Teresa de Calcutá

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok