31/07/2018 11h03

Escolha a Profundeza

Vivo o amor, o perdão, a paz, a correção, o livramento e todas as dádivas de Deus

Escolha a Profundeza
imagem reprodução ilustração

“O homem foi para o lado leste com uma linha de medir na mão, e, enquanto ia, mediu quinhentos metros e levou-me pela água, que batia no tornozelo. Ele mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que batia na cintura. Mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que chegava ao joelho. Mediu mais quinhentos, mas agora era um rio que eu não conseguia atravessar, porque a água havia aumentado e era tão profunda que só se podia atravessar a nado; era um rio que não se podia atravessar andando.” Ezequiel 47:3-5

O texto bíblico acima fala da visão de Ezequiel do rio cujas águas fluem do trono de Deus. A experiência dele ao entrar neste rio começa com águas na altura dos tornozelos, depois joelho, cintura e, por fim, a profundidade aumenta de tal forma que fica impossível atravessar a pé. Nesse momento o controle pessoal acaba e fica-se refém da correnteza e de onde ele levará.

Inegavelmente, a vida cristã tem níveis. Para alguns, a água no nível do tornozelo, joelho ou cintura satisfaz e vivem suas vidas cristãs dessa forma esperando os dias da eternidade. Todavia, outros desejam adentrar mais fundo neste rio de Deus e se deparam com a necessidade de mudanças extremas, mas que os levarão a um conhecimento maior da glória de Deus.

A salvação é dom de Deus, de graça, adquirida somente pela fé em Cristo e está em todos os níveis de vida cristã. Contudo, existem experiências que o cristão só vai experimentar na profundidade.

Tenho vivido dias diferentes dos quais me acostumei por quase duas décadas. Há 4 anos fiz a escolha de viver experiências maiores e profundas com Cristo. Para que isso acontecesse, era necessário sair do controle. Até ali eu havia controlado e feito as escolhas, no entanto, a partir dali não seria mais assim.

Eu poderia morar no local que havia planejado com minha esposa, mas por Cristo abandonei meu sonho e vim morar onde Ele escolheu. Poderia estar em Brasília ainda trabalhando na empresa pelo qual fui funcionário por quase 22 anos. Por Cristo, abandonei a estabilidade, salário em dia, plano de saúde e minha carreira. Poderia estar com minha empresa (iGenesis) bombando de clientes. Por Cristo, passei a dar prioridade ao chamado pastoral que recebi Dele.

A vida pela fé não é fácil. É necessário crer, confiar, esperar e orar todos os dias. Entretanto, é recompensador pela experiência da glória de Cristo. Muita luta, marcas que lembrarão o quanto foi difícil, mas a experiência das águas profundas é imcomparável.

Hoje não conheço Deus só de ouvir falar, mas de viver uma experiência real. Sou testemunha do Deus que é Senhor e que disciplina, mas que é Pai Amoroso. Sou testemunha do Deus que fere, mas que sara. Sou testemunha do Deus que permite as adversidades, mas que é sempre presente para consolar.

Vivo o amor, o perdão, a paz, a correção, o livramento e todas as dádivas de Deus que envolvem aqueles que se deixam ser guiados por Deus em todas as coisas.

Sei que pago o preço de não ser compreendido por familiares e amigos, pois a vida pela fé contraria toda lógica humana e, por isso, parece de fato loucura. Entendo perfeitamente a dificuldade deles entenderem minhas escolhas, porque é impossível traduzir em palavras o que tenho vivido com Deus. Contudo, como bem disse Paulo, “Eu sei em quem tenho Crido”.

Venho há algum tempo nadando nas profundezas do rio de Deus e sei que essa correnteza vai me levar a águas tranquilas, pois a vontade de Deus é e sempre será boa, perfeita e agradável.

Paz!

Pr. Luciano Thomé

P.S.: Por favor, se você gostou desse artigo, comente abaixo e compartilhe-o agora mesmo no Facebook, e seja instrumento de Deus para que mais pessoas sejam tocadas por essa mensagem. Muito obrigado!:-)


 

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok