26/03/2017 20h29 - Atualizado em 26/03/2017 20h29

Não existe nada de pejorativo em ser manso

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra (Mateus 5.5)

Não existe nada de pejorativo em ser manso
Imagem: Reprodução

 No Reino de Deus, não é aceitável alguém ser violento. As pessoas que ainda não aceitaram o Senhor como seu Salvador precisam ver que, realmente, nosso caráter e nossa personalidade foram mudados.

Cristo é quem deve viver em nós, e não o velho homem, o qual resolvia tudo na base do grito e do tapa. Os mansos – aqueles que se rendem ao Espírito de Deus e Lhe servem – terão uma recompensa tamanha: a terra das promessas do Senhor está à espera de quem se dobra ao Espírito de Cristo. Jesus Se declarou manso e humilde de coração (Mateus 11.29), e nós devemos ser assim também.

Os de fora irão apreciar-nos mais ao perceberem que temos estado com Jesus. Isso não significa que devemos ser bobos, mas, sim, verdadeiros servos do Altíssimo. Por várias razões, é preciso que tenhamos um espírito manso. Uma delas é que seremos bem recebidos pelos demais; a outra é que o violento faz mal à própria alma, por não ter paz nem viver tranquilo. Além disso, também somos cartas de Cristo, nas quais os perdidos lerão a Sua mensagem (2 Coríntios 3.2).

Um pai é conhecido pelo modo de viver dos filhos. Nós somos feitos à imagem e semelhança de Deus. Se algum de nós se torna violento ou continua a sê-lo mesmo após o novo nascimento, as pessoas de fora não terão um conceito bom do Senhor. Por outro lado, quem se relaciona conosco terá um grande testemunho ao nos ver santos, e não aproveitadores de situações. Por nosso caráter e nossa personalidade, elas saberão se temos estado ou não com Jesus.

Antes de sermos de Cristo e de Jesus viver em nós, agíamos como os que ainda não O conhecem. Eles gritam e brigam para fazer valer os seus direitos, enquanto nós conhecemos um poder capaz de nos dar o que nos pertence. Apenas quem se render ao Senhor herdará a terra. Aquele que, na obra de Deus, usar mentira ou subterfúgios humanos ficará de fora.

É preferível comer feijão com farinha a ter abundância obtida fora dos padrões divinos, pois a recompensa para quem faz a vontade do Senhor será muito grande. O Evangelho é a terra das promessas divinas. Nele, há tudo de que precisamos, mas somente o herdará quem se dobrar ao Espírito de Cristo. Jesus foi e é em tudo o nosso Exemplo. Sendo Ele manso e humilde de coração, não podemos ter outro comportamento. Devemos ser enérgicos nos momentos em que for necessário, mas sempre com mansidão, sem deixarmos de ser servos de Deus.

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok