12/11/2018 08h43 - Atualizado em 12/11/2018 08h44

O Exterminador do seu futuro

Não deixe seu futuro ser apagado pelo inimigo

O Exterminador do seu futuro
Foto Divulgação

Quem aí já não viu O Exterminador do Futuro? O filme norte americano com o ator Arnold Schwarzenegger ( chequei umas 3 vezes o nome dele no google) foi um enorme sucesso. Explosões, robôs que nunca morrem e bordões como “Hasta la vista, baby” marcaram toda uma geração.

Um tempo atrás estava reparando como parte da história do filme encaixa com a vida de todo jovem cristão. Você já reparou nisso? Vamos lá então.

No filme, o futuro é dominado pelas máquinas (mais especificamente a Skynet) e os poucos humanos que sobrevivem formam um tipo de resistência que tenta se defender das máquinas e retomar o controle do planeta. A resistência dos humanos é liderada por John Connor. E a guerra começa a virar positivamente para nós, e é aí que as máquinas decidem que John Connor deve morrer. Como não conseguem matá-lo no futuro, eles enviam um ciborgue (o Arnoldão) para o passado para matar a mãe de John Connor antes que ela dê a luz a ele.  O plano acaba falhando, o ciborgue morre e o bebê John Connor nasce saudável.

Já no segundo filme a história é parecida. A Skynet manda outro ciborgue para o passado, mas para matar John Connor em sua adolescência, antes que ele cresça e se torne o líder da resistência, ameaçando assim os planos da Skynet. Percebeu a semelhança? Em todos os filmes as máquinas tentam evitar que John Connor seja a pessoa que ele nasceu para ser, um herói, um líder, aquele que irá resgatar pessoas e mais pessoas e lutar contra a opressão das máquinas. É isso que Satanás tenta fazer diariamente na vida de todo jovem cristão. É como se o coisa ruim tivesse uma máquina do tempo. Lá no futuro você está causando uma destruição danada, convertendo um monte de gente, levando o evangelho para muitas pessoas, fazendo com que muita gente aceite Cristo como único e suficiente salvador.

Satanás como não é bobo, vê isso e tenta te impedir hoje. Ele sabe que no futuro você vai estar forte, não vai poder ser rastreado e muito menos morto, então ele te ataca hoje, em que você está fraco, está crescendo, ainda não é um guerreiro imbatível. É engraçado quando começamos a perceber que algumas pessoas sofrem desde sempre. O parto foi uma guerra, a mãe quase morreu, você quase não nasceu, teve problemas na infância, talvez uma doença. Foi atacado nos seus pontos mais fracos, teve sua família despedaçada, mas ainda está aí, lutando diariamente, tentando sobreviver.

Por sorte temos o nosso salvador, o nosso próprio ciborgue. Não, ele não é mais fraco que os inimigos, pelo contrário, e infinitamente mais forte que aquele que quer ver você destruído hoje. O nosso protetor é tão forte e tão bom que deixou ainda um manual para consultarmos sempre que tivermos alguma dúvida. E é nesse manual que encontramos isso.

Estejam alertas e fiquem vigiando porque o inimigo de vocês, o Diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar. Fiquem firmes na fé e enfrentem o Diabo porque vocês sabem que no mundo inteiro os seus irmãos na fé estão passando pelos mesmos sofrimentos. Mas, depois de sofrerem por  um pouco de tempo, o Deus que tem por nós um amor sem limites e que chamou vocês para tomarem parte na sua eterna glória, por estarem unidos com Cristo, ele mesmo os aperfeiçoará e dará firmeza, força e verdadeira segurança.

1 Pedro 5: 8-10

Vejam como Deus nos mostra exatamente o que irá acontecer em nossa caminhada. O diabo, o exterminador do nosso futuro, anda como um leão, esperando o momento certo de nos abocanhar. Iremos sofrer sim com os ataques do maligno, mas Deus nos dá a garantia de que não será por muito tempo, e se permanecermos no centro da vontade dEle, o nosso Salvador irá nos dar força, firmeza e verdadeira segurança.

Assim como no filme, Satanás tenta a todo custo impedir que você seja a pessoa que você nasceu pra ser. Ele sabe que no futuro você não poderá ser derrotado, então ele te ataca hoje, no presente, torcendo e muito para que você desista, recue, para que você não lidere nenhuma revolução.

A pergunta que eu te faço é a seguinte:

Você quer mesmo ser John Connor?

Eu quero

Via Vida Cristã

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok