12/02/2019 07h58 - Atualizado em 12/02/2019 07h58

A profundidade do Amor de Deus!

Paulo nos disse acerca do amor de Deus: O amor de Deus sobrepassa todo conhecimento. É amplo, cheio, alto e profundo. Quero focar nesta profundidade do Seu amor

A profundidade do Amor de Deus!
Imagem: Reprodução

"Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade.

E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus. Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera". (efésios 3: 17 ao 20).

Recentemente, estive recebendo e-mails de Cristãos que tinham se apartado de Deus, mas que estão voltando ao seu primeiro amor. Um deles me escreveu, "Eu fui perdoado; amava o Senhor. Mas vivi muitos anos com um pecado terrível. Agora me voltei a Deus, mas não posso aceitar o meu perdão. Eu temo que Deus não possa perdoar os terríveis pecados que cometi, nos quais nem posso mencionar. Não tenho paz. Não posso sentir a presença de Deus". Outro me escreveu: " Cometi horríveis pecados. Quero retornar a Jesus, mas sinto que Deus me desprezaria. Pequei contra a Luz, temo não ser perdoado. Sou um dos piores pecadores".

Os que se distanciaram de Deus estão sendo comovidos. Muitos estão regressando. Estão cansados de cair nas drogas, no álcool, na luxúria; estão cansados do mundo. Eu escuto o seguinte: "Cai tão fundo na imoralidade e em pecados terríveis". É como se crescem que Deus tem uma linha - um limite em Seu amor e misericórdia. Como se houvesse um ponto no qual Ele diga: " Me provocas-te demais! Tens quebrado todos meus mandamentos - todas minhas advertências. E agora que essa linha foi cruzada, teu coração está frio. O inimigo agora tem uma fortaleza no teu coração". Eu creio que muitos dos que se apartaram de Deus estão demasiadamente envergonhados ou muito convencidos de que perderão seu dia da graça por pecarem tanto. Não podem imaginar que o Senhor irá resgatá-los das profundezas da sua condição pecaminosa com amor e misericórdia.

Jonas pecou grandemente, fugindo da comissão de Deus. Por sua desobediência, o sangue de muitos estariam em suas mãos. E no ventre da baleia, Deus estava lá no mais fundo da profundidade do seu pecado e rebelião (Veja Jonas 2). Jonas creu que Deus tinha o abandonado pelo seu pecado. "3: Porque tu me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado por cima de mim. 7: Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do SENHOR; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo". (Jonas 2: 3 e 7). Foi quando ele caiu - até o fundo - que ele recebeu um toque reconfortante, um chamado especial. Ele foi perdoado e livrado. Isto prova que o Espírito Santo trabalha no mais profundo de nosso pecado. Ninguém está muito distante para ser alcançado por Deus; ninguém é descartado. O Espírito Santo está tratando com muitos, dizendo, " Se arrependa. Estou no mais profundo da tua situação para te trazer de volta".

Nada pode nos separar do amor de Deus. Nada!"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?" ROMANOS 8:35; "Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor". ROMANOS 8:37 ao 39.

O sangue de Deus nos alcança mesmo nas profundidades do nosso pecado, oferecendo-nos liberdade, perdão, misericórdia e reconciliação com o Pai. Não importa quão profundamente você tem caído, o amor e o perdão dEle serão mais profundos. Firme seus pés na rocha que é Cristo, para não cair mais! "O profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!" (Romanos 11:33).

Por: David Wilkerson

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok