03/12/2018 08h38 - Atualizado em 03/12/2018 08h38

Uma Nova Criatura se fez, para honra e glória do Senhor

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” – 2 Coríntios 5:17

Uma Nova Criatura se fez, para honra e glória do Senhor
Imagem Reprodução/Divulgação
Créditos: dawnbible.com

ESTA MARAVILHOSA PASSAGEM da Bíblia revela claramente que ser um cristão envolve mais do que apenas uma reforma do coração e da vida; envolve obter a salvação através do sangue de Cristo. É maravilhoso perceber que somos salvos pela fé para ser reconciliados com Deus através de Cristo, e assim não deveríamos perder de vista o propósito divino que a salvação nos oferece durante a atual Era Evangélica. Não só para que a graça possa ser manifesta em nós, mas também para participarmos com Cristo em salvar a raça humana sob a administração do seu futuro reino de justiça.

Estar “em Cristo” significa mais do que estar em harmonia com ele. Significa ser um membro de seu corpo. “Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.” (1 Coríntios 12:13) O apóstolo Paulo explica ainda: “Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.” (1 Coríntios 12:27) Isto significa que todas as promessas messiânicas do Antigo Testamento se aplicam à Jesus, que é a cabeça da Igreja.

É do propósito supremo de Deus que Jesus e sua Igreja sejam exaltados à glória, honra e imortalidade. “Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.” (2 Pedro 1:4) Lemos também: “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.” — 1 João 3:2

Quando o apóstolo diz que aqueles que estão em Cristo agora são “novas criaturas” ele queria nos fazer compreender que a exaltação da Igreja à glória celestial está num processo de criação em desenvolvimento agora. Quando a Igreja estiver na glória serão muito mais que os seres humanos pecaminosos, visto que têm sido purificados e santificados.

Paulo ainda explica: “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2:10) Portanto, o povo do Senhor está sendo criado como seres divinos para estarem com o Pai e com o seu Filho amado por toda a eternidade. Eles participarão de todas as boas obras de restauração da humanidade à vida sobre a terra. Através das eras da eternidade irão participar em qualquer programa projetado pelo nosso querido Pai Celestial para a Sua glória e bênção de Suas criaturas.

A obra criativa que está sendo realizada durante esta Era não estará concluída até que toda a obra do Cristo, cabeça e corpo, seja completada de acordo com o Plano Divino. Cada um de nós está experimentando o processo criativo como Nova Criatura em Cristo Jesus, enquanto ainda estamos na carne. Se fomos batizados em Cristo, já nos tornamos Novas Criaturas (geradas). As “coisas velhas” já passaram e “eis que tudo se fez novo”.

Todas estas são as coisas novas de Deus. No entanto, ainda não temos um novo corpo, mas temos uma nova mente que dirige o velho corpo através dos novos caminhos da justiça e do serviço a Deus. As coisas velhas já passaram e nossa anterior visão egoísta de vida já não deveria nos controlar. As esperanças, objetivos e ambições mundanos já não são mais as coisas para as quais dirigimos a nossa afeição. Conforme lemos: “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.” — Colossenses 3:1

Já não estamos mais a trabalhar para nós mesmos, mas para Deus e assim fazendo nos capacitamos para a obra do glorioso reino do futuro. Esta é a nossa nova obra e é um privilégio participar nela. Trata-se de uma obra altruísta, pois é feita a favor de nossos semelhantes. Fomos reconciliados com Deus e agora Deus nos convida a estender a possibilidade de reconciliação a outros. Não somos capazes de alcançar a muitos pois ainda estamos na carne, e poucos dos que possamos alcançar corresponderão, mas o objetivo é compartilhar a grande obra do reino.

Como novas criaturas (geradas) em Cristo todas as coisas são feitas novas. Temos uma nova obra a fazer, e novas fontes de sabedoria e força nos permitem servir a Deus de modo aceitável. Desfrutamos de novas alegrias, a alegria do conhecimento sobre Deus, e de estar associados com Ele e com o Seu Filho amado. Temos um novo objetivo pelo qual devemos nos empenhar que é o prêmio da soberana vocação ou chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. (Fil. 3:14, ACF, AL21) Estas coisas são “o tudo que se fez novo” e são verdadeiramente de Deus, que nos exaltará à natureza divina se formos fiéis até a morte.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE A MENSAGEM Facebook Twitter


Comente esta mensagem

Ok